terça-feira, 7 de julho de 2015

Fuga

Eu fico me observando. Como os tempos se encarregaram de mudar e me mudar junto.
Como se na juventude, menos idade, menos experiência, menos vida, eu usasse meu tempo melhor...
Cada um com suas drogas.
Há quem beba, fume, cheire...tudo pelo adormecimento das horas. Como que para esquecer o dia que passou, as coisas que fez, os erros que praticou. Em particular de minha parte, os erros de escolhas, sei lá.
Me vejo passando os dias querendo ler os livros e fazer os desenhos estudar as fotografias, mas na realidade os passo vendo netflix. Ah, coisa do diabo...
E o frio de SP não ajuda.
Gosto mais de minhas proezas dos anos 2000. Ler 5 vezes cada um dos poucos clássicos de minha pequena caixa de livros. Eu não tinha prateleiras, tinha uma caixa artesanal de vime comprada no mercado de são josé especialmente para guardar minha triologia do Senhor dos Anéis. Coube também meu pequeno exemplar esfarrapado de bolso de Orgulho e Preconceito.
Hoje eu olho pro Moby Dick que está ali deitado por cima de vários outros livros, hoje compartilhados com meu marido, já pra ficar mais fácil de encontrar e pegar e ainda tenho preguiça.
Sim, já tive épocas de falta de espírito para certas leituras, e épocas de ler centenas de páginas em poucos dias (não há muito tempo, inclusive...li toca a coleção de Harry Potter em coisa de um ou dois meses no meio do ano passado).
Sempre me digo que é uma fase. O episódio da secura por Harry Potter foi recente e foi como canja pra minha alma doente. Mas mesmo assim, cada vez mais espaçadas essas fases. Penso em quando tiver filhos... Acabou! Num vai ter mais isso com o andar da carruagem. Não.
E os livros que eu ia escrever? As histórias que ia registrar? Isso é um veneno. Um ópio. No ano de 2013, quando a crise estava ruim, só assistia friends o dia inteiro. Talvez afastasse efetivamente minha mente dos pensamento ruins que de fato poderiam me prejudicar, então ok. Mas hj não posso continuar com isso...

Por isso, pegarei meu guardanapo, escreverei minhas metas, esquecerei dentro de um diário e em um ano espero ter conseguido fazer tudo.. certo, Jout Jout?

Então, vamos começar.... sobre Clarice...



Nenhum comentário:

Postar um comentário