quarta-feira, 14 de março de 2012

felizes, satisfeitos, sorrindo...

É tudo mentira. Isso que estão te falando aí. Isso. Isso que está na sua cabeça. Isso que você acredita. É mentira. Mande parar. Saia. Não acredito nisso daí também. É mentira. Sua felicidade é de mentira? Então pare de acreditar em mentiras. Pare de mergulhar nessas mentiras que ele está te contando. Não é verdade. Você odeia a mentira. Porque está acreditando nelas? O que você quer? Você já sabe, já é claro. Então não dê ouvidos a isso. Não olhe a vida dos outros, é uma grande mentira também. Eles não tem nada! Esses que você olha. Eles não tem nada! Preste atenção na vida deles. De verdade...eles tem algo de fato? Eles tem a verdade? Não. Então pare! Pare de acreditar na mentira da vida das pessoas. Sabe o que não é mentira? Sua vida. Ela não é mentira. Ela é minha. Use-a. Use-a. Fale comigo. Pergunte-me a verdade. É mentira!!!!! Isso é MENTIRA! Você não guarda nada? Você não tem nada?  É tão ridículo pensarem que tem tudo. Vocês sequer tem alguma coisa. Tudo o que tem é quase nenhum tempo. E ignorância. E egoísmo. E burrice. Você rejeitam a verdade e vivem de mentiras. Vocês gostam de acreditar em mentiras. É uma brincadeira divertida, não é? Fingir é divertido. Mostrar mentiras é mais legal ainda. Crianças. Peças. Satisfazem-se com coisas, com seu próprio nome. Se o céu fosse grande suficiente, passariam o dia olhando seus nomes grandes em letreiros dourados. Rindo. Babando. Satisfazem-se com jogos eróticos que vocês mesmos planejam. Se destroem quase ao ponto de não conseguirem se reconstituir e voltam a fazer tudo de novo. Vocês não tem nada. Mas gostam de viver na mentira de que tem tudo.

sexta-feira, 9 de março de 2012